Mercado

Cresce consumo de produtos sustentáveis de higiene e beleza

 

Ser sustentável sai do discurso do brasileiro e se torna cada vez mais um fator de decisão no momento de compra

 

 

O mercado de produtos sustentáveis em Higiene & Beleza (H&B) ganhou relevância no faturamento das empresas e está cada vez mais presente no dia a dia das famílias brasileiras. A conclusão é da Nielsen Brasil no estudo Green is the New Black.

No Brasil, ser sustentável sai do discurso e se torna cada vez mais um fator de decisão no momento de compra. O tema já está na lista das Top 3 preocupações para mais de 32% da população.

Os lares que declaram ter hábitos e atitudes sustentáveis já somam mais de 7 milhões no país e concentram 18,2% do faturamento de Higiene & Beleza.

Na análise, a Nielsen apresenta ao mercado uma realidade, com o consumidor tendo características sustentáveis como definidoras da compra.

Entraram na lista as seguintes categorias: desodorante, sabonete, shampoo, cremes para pele (rosto e corpo), pós-shampoo, bronzeador/protetor solar, maquiagem, fio dental, creme dental e preservativos.

 

Leia Mais: Carne Vegetal? Empresas são a favor do nome em produtos

 

Leia Mais: Receita de Cookie Vegano para fazer com as crianças

 

Fonte: Primeira Página, com informações da Nielsen.

 

 

Redes Sociais