Mercado

Fábrica do interior de SP aposta em sintético vegano

A fábrica criou um laminado livre de matérias-primas de origem animal.

 

Com o objetivo de apostar na consciência ambiental e oferecer produtos destinados ao público vegano, uma fábrica de produtos sintéticos de Cerquilho (SP) criou um laminado que é livre de matérias-primas de origem animal.

“Nem todo sintético é vegano, e nosso laminado recebe este nome porque não possui matéria-prima de origem animal na composição. Foi um trabalho de pesquisa no âmbito de inovação para identificar os possíveis traços de produtos e matérias-primas de origem animal para substituirmos”, explica Rodolfo Zaratin, gerente de desenvolvimento da fábrica.

Uma das matérias-primas que compõem o sintético vegano é um plastificante com derivados do óleo de soja, e ele é criado por meio de um processo industrial chamado espalmagem.

"Explicando grosso modo, é um processo onde temos de três a quatro fornos em linha, cada um com seu aplicador, onde aplicamos a pasta sobre a esteira móvel, um papel especial que confere a gravação. Esse processo permite uma gama enorme de cores, gravações e estampas, aliando tecnologia e beleza", diz o químico Fernando Brandão.

O químico afirma que a produção é considerada rápida e a durabilidade do material é boa. Já o preço do produto pode variar de acordo com a aplicação e estrutura do laminado, podendo gerar economia de até 15% em comparação ao couro.

 

Leia Mais: Adoçante líquido SóStevia em 25 ml

 

Leia Mais: Miley Cyrus usa figurino vegano em novo clipe

 

Fonte: Primeira Página com informações do site G1.

Redes Sociais